terça-feira, 22 de dezembro de 2015



Então, Deus falou:


_ Eu lhe darei vida e morte. Contarei no relógio de vocês. Em doze meses, você, Suzana, você viverá como se tivesse sido o triplo de doze. Você ficará nua, irá se banhar em muitas águas, caminhará até para trás, mas, no final desse tempo que lhe dou, você largará toda a bagagem porque muito do que se leva é somente falsa impressão, contudo, pesada. Eu a quero, Suzana, sem malas, malinhas, maletas. 

Eu a quero verdadeiramente leve atravessando o tempo e assim será.

(arquivo pessoal de SCG)