quarta-feira, 9 de junho de 2010

O TEMPO E O NÃO

                                         Suzana C. Guimarães


Ontem fez um mês,
Mas parece três.
E anteontem, eu peguei aquele avião
Mas parece dezesseis
Vezes três.
Ontem, voltei pro mesmo chão,
E doze vezes dois já são.
Acho que perdi a vez.
Acho que naquele trem
Perdi o vagão.
Saí de cena.
Virei gaze
Ou comichão.
Flutuo nos ares
Ou cresço em algum coração.
Tudo é questão
Ou não!