quinta-feira, 30 de março de 2017

A loucura de Deus

​No templo, sorvendo o silêncio, mastigando perguntas sem respostas, triturando o coração em um quase masoquismo...
Respostas dispensáveis. Pensando assim, devagarinho, revendo a história.
No templo, somos nós. Deus é louco! E eu a louca apaixonada por Ele.
Quisera quem usa drogas para conhecer o incognoscível, quem usa a si mesmo para reconhecer-se, quisera um só deles conhecer a loucura de Deus.
Meios dispensáveis. Pensando assim, rapidinho, revendo a mim mesma.
Deus é louco! E eu a louca apaixonada por Ele.​
(Suzana Guimarães)


Fotografia de Elena Kalis.

Show more reaction

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.