quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Para não dizer que não falei sobre 20 de janeiro...

(arquivo pessoal de SCG)


Há exatamente oito anos, meus filhos e eu voávamos em direção à uma nova vida (que para mim nunca seria tão nova assim!); outro país, outra língua (minha carrasca!), outros amigos e colegas; clima diferente, hábitos diversos, rostos em um grande mosaico... tudo estranho; outros cheiros, outras chuvas (horrivelmente escassas!) e outros pássaros (apaixonei-me pelos corvos!)... silêncio nas ruas desertas de gente, ventos frios, códigos a serem decifrados. E eu, que vinha em constante desconstrução de mim, ergui belíssimas construções a minha volta, e também becos obscuros, pontes móveis, céus e infernos jamais desejados. Tornei-me outra; e outra, e outra.


Em nossa segunda escala, chegamos um pouco antes do amanhecer. Ainda no avião avistei a terra em pequenas luzes; uma voz saudava o novo presidente americano... para trás, minha família, meu país, e eu também. Vinte de janeiro. Inesquecível data! Um trajeto sem chance de volta.



Suzana Guimarães

Nota: Publicado originalmente no Facebook.



clica aqui