quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

ESTUPRO CORRETIVO - AJUDEM A DIVULGAR ESTA BARBÁRIE

12 comentários:

  1. Às vezes esquecemos que ainda existem coisas destas no mundo. Que barbárie!

    ResponderExcluir
  2. É triste ver/saber como algumas pessoas nesse mundo são crueis!!!

    Beijos Su

    ResponderExcluir
  3. Chocado com a violência, todas! Contra a mulher e o negro e o homossexual e o trabalho infantil e as crianças e os idosos e os animais e...e... e... tantas que quase choro com a foto acima!
    Abçs*

    ResponderExcluir
  4. Suzana, fiquei chocada com isso.
    Será que você permite que eu divulgue no meu blog também ??

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Suzana,
    Muito pertinente o alerta.
    É preciso acabar com estas barbaries.
    É inadimissivel que isso ainda ocorra neste mundo, e pior ainda, com a conivencia dos governantes, que acobertam estas ignorancias em nome dos costumes locais.
    O apedrejamento no Irã, a castração de mulheres na Africa, o estrupo corretivo na Africa do Sul são praticas abominaveis.
    Já assinei a petição.

    bjos

    ResponderExcluir
  6. Quando eu criei os Blogs, eu prometi a mim mesma não entrar em qualquer outra questão que não fosse puramente literária ou artística.

    Mas esta notícia foi mais um tapa na cara e a gente pensa que já se acostumou com os tapas...

    Só que não me acostumo, não. Dói. É pura covardia. É extrema estupidez e violência. Daí, decidi publicar, divulgar... cada um fazendo o pouco que puder.

    Depois questionam Deus.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. FALTAM-ME PALAVRAS......................... JÁ BASTA DE INTOLERÂNCIA E COVARDIA............. URGGGGGGGGG

    ResponderExcluir
  8. ....e a força fez o mal que a força sempre faz...
    Veio aos dedos a frase: do que é capaz um ser humano, mas prefiro escrever: o que a desumanidade produz!!!
    IMportante ressaltar que não se faz isso por ódio, pois só odeia quem é capaz de amar. Atrocidades como essa decorrem de indiferença, ausência patológica de sentimentos.

    ResponderExcluir
  9. Carla,

    Por alguma razão teu comentário não entrou, eu o aceitei. Fui obrigada a colocar moderação, essa chatice.

    Ao assinar a petição, que significa adicionar teu endereço eletrônico à ela, o Avaaz lhe dá o link para que você possa divulgar.

    Basta entrar na página. Se você ainda não se cadastrou ao Avaaz, é tudo muito simples, pedem dados impessoais. Se já está cadastrada lá, eu estou há anos, você apenas digita teu e-mail, e ao fazê-lo, estará se juntando aos outros na petição.

    ResponderExcluir
  10. Oi Suzana

    Eu não consigo compreender o que faz uma pessoa chegar a este limita da loucura em se sentir tão ofendido por uma pessoa ter relações amorosas com parceiras do mesmo sexo, e é pior ainda quando se acham homens suficientemente fortes pra agredir uma MULHER, pois já não bastam só às agressões verbais, tem a física estendida ao absurdo do estupro, sem falar o quando dói a alma.
    É lamentável que ainda nos dias de hj se veja atitudes que a humanidade cometia há mais de dois mil anos atrás, onde existiam pessoas aplaudiam este tipo de tortura como ainda assistimos na atualidade, quando não respeitam a condição de uma vida, tratando-as com preconceito.
    Estes agressores têm uma estranha forma de compreensão do amor.
    Bjinhos Livres ao Amor.

    ResponderExcluir
  11. Minha linda...

    saudades de você, caraca!
    Estou em silêncio aqui e revoltada com isto tudo...
    Um dia sei que nos sentaremos juntas...e te contarei mais da minha vida.
    Silêncio agora.

    beijos,
    Bia

    ResponderExcluir
  12. Um absurdo! Já assinei a petição.

    ResponderExcluir

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.