sexta-feira, 1 de outubro de 2010

BLEFE



arquivo pessoal



Se quiser jogar

eu jogo

Mas aviso

sou boa jogadora

e, se preciso, blefo

Creio que está nas veias

genética

o sangue me ensinou o pôquer

e nele

aprendi a fazer a cara errada

(Suzana Guimarães)

28 comentários:

  1. Tem o blefe bom! aquele que se faz negando a intenção, aquele que nos faz parecer idiota mas no fundo sabemos que é só um jogo! aquele que esconde o jogo mostrando...

    ResponderExcluir
  2. Jogar com mineira pós-graduada na terra do pôquer? Eu, hem, rosa! Sai pra lá, bacaxi, tomei leite!!!

    Um beijo, minha certíssima cara errada!

    ResponderExcluir
  3. "sou boa jogadora
    e, se preciso, blefo"

    Desde que não joguemos contra nós próprios...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  4. Su,

    Vivendo e aprendendo a jogar, nem sempre ganhando, nem sempre perdendo, mas aprendendo a jogar.
    E ca pra nós é uma delícia ganhar dos equivocados.
    Bjocas e fique bem. Bom fds

    ResponderExcluir
  5. Suzana querida, não gosto de entrar nesta de jogo, mas quando se faz necessário....ahhhh...garanto: sou a melhor...rs!

    beijos e bom sábado por aí!!!

    Biazinha

    ResponderExcluir
  6. Na nossa terra a gente diz que tem que ser macaca “véia” pra sobreviver.
    Tem que saber enfiar a mão na cumbuca.
    O blefe faz parte do jogo bem jogado.
    Quem joga sabe da sua existência
    Tantos faz no pôquer, no truco ou na tranca,
    Conforme o adversário, pode ir de cara limpa mesmo.
    Mas como todo bom mineiro, sempre com o pé atrás.
    A ingenuidade nem sempre é uma boa estratégia

    bjo

    ResponderExcluir
  7. 'Quero jogar, não!
    So se for jogo de damas, ou outro,
    de pura diversão,
    alguma brincadeira prazerosa,
    uma perversão pura - conhece alguma?'

    Que poema forte, garota!!!!!!!!!!!!!!
    Beijos!!!!!!!!!!!!

    P.S.: Quer ver BH pelos olhos de um monte de gente? Olha aí: http://www.40horizontes.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Su,
    preciso ser repetitiva algumas vezes pq me faltam palavras.
    Ficou show, ótimo mesmo.
    Como canta o Teatro Mágico em De ontem em diante:
    'Da luta não me retiro
    Me atiro do alto e que me atirem no peito
    Da luta não me retiro...'

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Suzana,

    Primeiro: Você esta LINDISSIMAAAAAAAAAAAAAA nessa foto!!!

    Segundo:
    Eu não gosto de jogar, mas te garanto:
    No jogo pela sobrevivência, se tiver que blefar, eu o faço mil vezes, com o talento de uma Fernanda Montenegro minha filha hehehee.

    Tudo pela lei da sobrevivência!

    Beijooooooo transbordando afeto, carinho e bem querer!!!!

    ResponderExcluir
  10. Menina...
    Agora até eu tenho Medo de Suzana
    Não jogo pôquer, mas te desafio-a...
    um xadrex?!
    Aqui tem Rei, Rainha, bispos, cavalos e peões pra cuidar desta sociedade do alto na torre.
    Bem cara errada, hum...Não sei, mais cara de paisagem.rs.
    Blefe, boa essa moça.
    Bjinhos sem jogos, só sorrisos.
    http://vidasimpregnadasdeagoras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Mas essa não é a melhor forma de amar, né?
    Belo poema.
    Beijo
    Denise

    www.odeliriodabruxa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Sim, Denise!

    Essa nao eh a melhor opcao para qualquer forma de amar.
    Acredito que a melhor forma eh nao ter estrategias, eh nao jogar, eh ser voce mesmo, o mais natural possivel.

    Mas eu conheco os jogos e sei jogar tao bem... Porem, nao jogo. E nao gosto de jogar.

    O texto surgiu quando eu comentava um post da Sil, onde a escritora, Lia Luft, discorria sobre jogo. Meu texto eh o comentario que fiz la.

    P.S. : SIL eh a linda loira de oculos, no quadradinho acima.

    ResponderExcluir
  13. Ahh eu tbm sei blefar, mas apenas quando me sinto intimidada, rs..

    beijoos querida conhecendo teu espaço,
    encanta-me!

    ResponderExcluir
  14. Ah, nem me fale...

    E adorei a foto!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Toda jogada tem um tempero, uma esperteza,
    uma experiência!
    Jogar por amor é livre, os ganhadores sempre repartem o prêmio. Se divertem das própias
    artemanhas, e apostam por paixão.

    bjos)

    ResponderExcluir
  16. Olá, minha querida Suzana!!

    Olhaaa!!!Amei a foto, sabia?
    Te colocou tipo, assim!!
    Num vazio imenso, sem fim na distância que todos buscam, mas que perto, você realça toda sua beleza!!!
    Show a foto, Lily!

    Mas cai fora dessa de jogo Garota, pois na vida não se joga, pois o risco é grande, entendeu?

    Mas você disse que ia dar uma sumida, pois precisava de um tempinho?
    Que tempinho foi esse miudinho garota?

    Que bom que está de volta menina, estava com saudades de Ti!!!

    Um domingo maravilhoso pra Ti minha querida Amiga...

    Bjs

    MARCIO RJ

    ResponderExcluir
  17. Suzy, Tás linda nessa foto, sabes eu não seu fazer blefe, mas tmabém não sei jogar.
    Beijinhos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  18. Alternativas... precisamos delas.

    Boa semana,
    ΛмeвΛ

    ResponderExcluir
  19. Adorei! Neste dia do poeta, Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  20. Esta foto me lembrou a garota do filme 'brilho eterno de uma mente sem lembranças' dado o colorido da pessoa, explícito não só nos cabelos, mas em todo o seu existir.

    Sobre o texto:
    A vida é um jogo... de sobrevivência, de interesses, de encontros, de troca, de amores e dissabores. O importante é jogar limpo. Sempre!

    Paz e belezuras pra ti ;)

    ResponderExcluir
  21. Bonito isso, o texto, a imagem (aliás, vc é linda) acertou em tudo, parabéns.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  22. Muito bom que você e Lily ficaram de casa! Também sou mineira, esqueceu? O objetivo é esse mesmo! Que cheguem sempre sem bater, quando quiserem: as portas ficam sempre abertas (para uns poucos). E encontrem aconchego e tudo o mais que há por lá.
    Aliás, ela (Lily) deu meu recado sobre a foto?
    Beijo em você!

    ResponderExcluir
  23. Lu,

    Obrigada! Ela deu o recado. Para você entender esta brincadeira, leia (está nos dois Blogs) LILY INVADE (julho).

    Quanto à foto, meus cabelos não estão mais vermelhos (de henna), mas estou pensando em voltar com o tom. E eu adoro trabalhar uma foto. Joguei bastante brilho na pelúcia da blusa e sumi com a praia, eu estava sentada, de frente para o mar. Ficou surreal!

    Beijos, e seja muito bem-vinda, mineira querida de Beozonte.

    Suzana

    ResponderExcluir
  24. Blefa não, querida! Vc é linda sendo vc mesma, e poderosa!

    Jogar limpo é sempre a melhor opção, com a vantagem de sair por cima, mesmo que aparentemente as pessoas vejam o contrário,
    podemos tentar enganar a todos e até
    a nós mesmos, mas temos uma coisa chamada
    consciência que é o fiel da balança,

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  25. Eu já estava entendendo um pouco desta 'brincadeira' que, me parece, nada mais é do que parte da sua verdade: De certa forma, Lily faz aflorar a criança doce, perspicaz e brincalhona que há na Suzana.
    E que bom que fui saber como se deu a invasão de Lily, porque o texto é primoroso e me emocionou, arrepiou.
    Muito bom estar conhecendo vocês!
    Beijos!

    P.S.: A foto é mesmo surreal. Você tá linda e a arte também!

    ResponderExcluir
  26. Jogo e vida, todos, uma questão de blefar!

    lindo blog.
    Abração.

    ResponderExcluir
  27. Eu já jogo aberto, comigo as cartas são na mesa.
    Não blefo, sou direto.
    Linda foto!
    Bjs

    ResponderExcluir

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.