terça-feira, 1 de agosto de 2017

A prostituição



(Arquivo pessoal de SCG)



Nada tenho contra a prostituição! Meus pais assim 
me conduziram na vida. Mas eu abomino a prostituição do amor. Amor não se compra e muito menos se vende. Amor é a nossa única salvação. Tenho horror de quem tenta ou coloca cifrões nele. É como nos ofertar à morte permanecendo em vida, em um sacrifício barato.

Por Suzana Guimarães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.