quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Sobre o pão


Quando o que é novidade passa, a necessidade do pão surge.

Tira o olhar da mesmice, tira os pés, mas conserva o pão porque o buraco na boca do estômago gritará mais cedo ou mais tarde; espera só quando certo vento frio encostar em seu flanco...

Mas, a vontade do pão...

Sim, para sempre pão.


(Suzana Guimarães)