sexta-feira, 22 de julho de 2016


Suzana Guimarães

Tenho dó dos ateus; são tão sós!