sábado, 8 de novembro de 2014




(arquivo pessoal de SCG)



Vai.
Toma o tempo, será senhora das horas mortas
Caminha.
Deixo-lhe a oferta:
Seguirá na força de um relâmpago
ou no passo de quem caminha?

Seguirei no passo de quem caminha, sorvendo toda a ânsia, pois eu tive toda a vida para poder caminhá-lo.

Suzana Guimarães.